Você sabe escolher o lençol ideal para sua cama? A tarefa pode parecer bem simples, afinal, a principal função de um lençol é evitar o contato do nosso corpo com o colchão. Mas apesar disso, não é qualquer lençol que serve e uma compra mal realizada pode incomodar seu sono e até trazer irritação para sua pele, além de prejuízo com a baixa durabilidade do lençol. Então, siga nossas dicas e aprenda sobre os tipos de lençóis.

Quantidade e Qualidade

Nem sempre quantidade significa qualidade, mas quando falamos dos fios em um lençol, quanto mais, melhor! A quantidade é determinada pela soma dos fios no sentido horizontal e vertical, numa área equivalente a uma polegada quadrada (algo em torno de 6,45 cm). Quanto mais fios, mais delicado será o toque. Você perceberá a maciez do tecido e certamente suas noites de sono serão bem mais prazerosas.

2908-blog1.png

Os Tipos de Tecidos
Além dos fios, o tipo de tecido faz uma grande diferença no lençol, conheça as características de cada um deles.

Percal

É um dos mais populares no Brasil, que leva essa denominação a partir de 180 fios. A composição pode variar: 100% algodão ou 50% algodão com 50% poliéster. Quando o tecido é misto, a tendência é que o lençol amasse menos e seja mais barato, porém, logo ele cria muitas “bolinhas”, gerando sensação de aspereza na pele e nem sempre a durabilidade é tão boa. Além disso, um lençol de tecido puro sempre é mais fresco que um 50/50.

100% Algodão

Sinônimo de qualidade! Um lençol de algodão não cria bolinhas e apresenta alta durabilidade. Além disso, o algodão funciona como isolante térmico no inverno e no verão não esquenta, ou seja, é adaptável a qualquer temperatura. E para fechar com chave de ouro, o algodão é um tecido que tem uma chance muito baixa de gerar alergia em quem o usa.

Algodão Egípcio

O fio egípcio nada mais é que um fio de algodão com fibras mais longas.O diferencial é que este algodão é cultivado às margens do Rio Nilo, que possui clima e solo ideal para produção de uma matéria prima de alta qualidade. É garantido que o toque e a maciez de um lençol de algodão egípcio são inigualáveis, assim como seu preço, que costuma ser bem alto.

2908-blog2.png

Microfibra

Tecido sintético, à base de poliamida ou poliéster, a microfibra tem sido muito requisitada na fabricação de cobertores, mantas e edredons, já que é resistente, antialérgica e possui toque macio. Além disso, aquece na medida certa, já que possibilita trocas térmicas. Outra grande vantagem é que peças de microfibra podem ser usadas na decoração da casa e secam rápido. Não é à toa que também é uma das queridinhas do mercado!

Malha

A malha é feita com 100% algodão. A diferença aparece somente na trama dos fios, que podem ser penteado ou cardado. O fio penteado passa por um processo que penteia os fios dando mais brilho e eliminando impurezas. Ele é macio, uniforme e possui longa durabilidade. Já o fio cardado é obtido através do processo no qual as fibras passadas pela carda se transformam em fio. Comparado ao penteado, o fio é mais grosso pois, na produção utiliza-se fibras mais curtas e mais grossas.

Seda, Cetim e Linho

Apesar de lindos e macios, a seda e o cetim são tecidos retentores de calor, portanto, não são muito recomendáveis. Use somente em ocasiões apropriadas. Já o toque do linho é um pouco áspero, por isso, também não recomendado para roupas de cama.

Agora que você já sabe os diferentes tipos de tecido, fique atento às instruções de lavagem que vem na etiqueta do produto: com os devidos cuidados, seu lençol vai parecer como novo durante muito tempo!