Antes de você comprar alguma roupa, seja ela para uso pessoal ou para a sua casa, você costuma verificar a etiqueta com as instruções da peça? A maioria das pessoas não faz isso e preferem cortá-las, principalmente em roupas de vestir e acaba ignorando as instruções das etiquetas.

No entanto, é na etiqueta que está guardada a chave para resolver a maioria dos problemas mais comuns na lavagem das roupas, como desbotamento, encolhimento e manchas. Portanto, é fundamental ler os símbolos de etiqueta antes de colocar tudo na máquina. Seguindo as instruções de lavagem, você evita perder as suas peças e mantém a durabilidade, garantindo cuidado e boa aparência!

2208-blog1.png

E mesmo que pareça ser complicado, os sinais contidos nas etiquetas são universais, ou seja, até mesmo aquela peça comprada fora do país segue o mesmo código. 

Basicamente, os símbolos se dividem em 5 categorias:

1ª Lavar: representada pela figura da tina, indica se a roupa pode ser lavada à mão ou máquina, temperatura da água, instruções de enxágue e centrifugação.

2ª Alvejar: tem como símbolo um triângulo, indica se a peça pode ou não utilizar alvejantes com cloro na limpeza.

3ª Secar: utiliza um quadrado como figura principal, e instrui se as roupas devem ser secas sob a luz natural ou secadora, além da temperatura e posicionamento adequados.

4ª Passar: o ferro indica se a peça pode ou não ser passada, e qual a melhor temperatura na obtenção do resultado ideal.

5ª Lavagem à seco (lavagem profissional): são instruções voltadas à lavanderias e casas especializadas, portanto, não se preocupe com elas!

Abaixo, segue uma tabela com alguns exemplos de etiquetas:

2208-blog2.jpg

Agora que tudo está mais claro e explicado, nada de sair cortando etiquetas por aí sem prestar atenção no que elas dizem sobre os cuidado de lavagem.