Como montar seu escritório em casa

Como montar seu escritório em casa

Graças às facilidades adquiridas com o crescimento da internet, cada vez mais pessoas estão aderindo ao trabalho em casa, o chamado home office. Até mesmo grandes empresas já se convenceram de como esta prática pode ser benéfica, permitindo que seus funcionários compareçam ao escritório físico apenas algumas vezes na semana. Afinal, quem trabalha de home office tem a vantagem de não pegar trânsito, estar num ambiente agradável e com menos pressão, o que sem dúvidas aumenta a satisfação e produtividade do colaborador, seja este autônomo ou contratado.

Entretanto, mesmo com este clima mais informal, é absolutamente necessário saber separar o ambiente caseiro do ambiente de trabalho, já que às vezes é difícil manter 100% de concentração produzindo dentro de casa. Para te ajudar nisso, hoje daremos dicas de como organizar seu escritório no seu lar. Você vai perceber que possuir um espaço planejado especialmente para a sua jornada diária irá ajudar muito na organização do seu trabalho.

● Escolha uma parte da casa com a qual você possa se identificar: pode ser um cantinho do quarto, da sala, ou até aquele espaço vazio debaixo da escada. O importante é saber que ao pisar ali, o trabalho começa.

● Crie uma barreira: caso não possua um quarto extra para servir de escritório, tente isolar a área escolhida de alguma forma, utilizando portas de correr ou divisórias. Caso não seja possível, pinte uma das paredes do cômodo escolhido de uma outra cor para “demarcar território”. Só tome cuidado para que a nova pintura combine com o restante da decoração do ambiente.

2002blog1.png

● Escolher a mesa para o computador: se quiser fugir do clássico, você pode adquirir uma mesa feita com cavaletes e uma tábua de madeira. Além de sustentável, é baratinha! Mas o importante é que a escolha seja feita de acordo com o seu gosto. Quanto à cadeira, nada de improvisos, eleja um modelo com boa ergonomia, ideal para quem passa várias horas sentado. Isso certamente trará muitos benefícios a médio e longo prazo para a sua saúde.

● Veja também se o ambiente é iluminado. O ideal é que seja próximo à alguma janela, já que olhar por ela pode aliviar o stress e até ajudar a manter a concentração.

● Tenha todos os aparatos tecnológicos no mesmo ambiente: não adianta por exemplo, ter que levantar toda hora para pegar as impressões em outro quarto. Isso pode te distrair bastante.

2002blog2.png

● Caso possua pouco espaço, coloque algumas prateleiras na parede para guardar os seus pertences. Caso contrário, caixas organizadoras são a melhor opção. Mas, cuidado: tenha à sua volta somente o necessário para trabalhar, para que o seu escritório não tenha a aparência de desorganizado. Nada de amontoar papéis ou ter várias canetas sobre a sua bancada. A estação de trabalho também precisa estar sempre limpa. Mas é claro, nada te impede de ter algum objeto bem bonito no seu escritório: pode ser um quadro, uma luminária bacana ou o que mais você escolher!  

● Crie regras dentro de casa: os parentes que moram com você ou que visitam com frequência precisam saber que aquele cômodo ou espaço é um ambiente de trabalho e deve ser respeitado. Esse combinado ajuda a manter a ordem, a rotina e a aumentar a produtividade.

Agora, é só usar a sua criatividade para dar vida a um escritório lindo na sua casa! Certamente um ambiente de muito sucesso!

Plantas para cada cômodo

Plantas para cada cômodo

Quem gosta de plantas, conhece bem o poder que elas tem! Além das tão faladas propriedades medicinais que muitas possuem, elas também apresentam a capacidade de tranquilizar, energizar e embelezar qualquer ambiente, dando uma nova roupagem ao espaço. Se engana quem pensa que para ter plantas em casa é necessário possuir uma área externa como uma varanda ou jardim. Há plantas que podem ser cultivadas em qualquer cômodo do seu lar, e hoje mostraremos isso a vocês.

Quarto

A espada-de- são-jorge é uma excelente opção, já que ela consegue purificar o ar enquanto você dorme. Além disso, requer pouca manutenção, poda e água. Outra opção é a lavanda, que além de possuir um aroma calmante, é roxa, cor recomendada para ser utilizada na hora do sono, já que inspira tranquilidade e relaxamento, com cheiros e nuances ideais para um sono revigorante e profundo. Mas como a lavanda precisa de sol, apenas tome o cuidado de deixá-la próxima à sua janela durante o dia.
 

Facebook 600 x 315px.png

Sala

Tem opções que, além de enfeitarem o ambiente, também ajudam a evitar problemas respiratórios já que são ótimas para limpar o ar eliminando toxinas. São os casos do ficus benjamina e da dracena, que limpam o ar de benzol (encontrado em papéis de paredes, tintas, tapetes e cortinas). Já o clorofito é ótimo para combater a poluição causada pelo cigarro e fumaça de carros, além de hidratar o ar muito bem.

Facebook 600 x 315px (1).png

Banheiro

Para esta parte da casa, um lembrete importante: como todas as plantas precisam de luz para realizar a fotossíntese, só vale a pena cultivá-las nesta parte da casa se o banheiro possuir janela ou alguma outra entrada de luz natural, ou se você puder deixar suas plantas tomando sol algumas horas por dia em outro cômodo.

Para o banheiro, uma ótima opção é a babosa (ou aloe vera) que possui propriedades
antioxidantes e também é ótima para a hidratação capilar. Outra opção são as suculentas, que requerem menos luz solar e água, uma vez por semana já é suficiente.

Facebook 600 x 315px (2).png

Cozinha

Os temperos são as melhores opções: aposte na salsa, cebolinha, tomilho, capim cidreira e manjericão. Deixe-os sempre bem próximos à sua janela, pois estas plantinhas precisam de toda a luz que o dia pode oferecer. Um cuidado importante é não deixá-las próximas ao fogão ou forno, isso pode ressacar e matar seus vegetais.

Outra planta compatível com o ambiente quente e pouco úmido da cozinha é a costela de
adão, esta é uma espécie que possui folhas muito bonitas, servindo de decoração.

Facebook 600 x 315px (3).png

Varanda ou Jardim

Nas áreas abertas, cultive espécies que são resistentes à alta luminosidade, chuva e vento, aposte em árvores frutíferas, pinheiros e bambus. A gérbera também é uma ótima opção, além de dar uma flor linda, é outra aliada no combate à poluição, purificando o ar e filtrando fumaças tóxicas.

Caso você não saiba se a luminosidade do seu ambiente é suficiente ou não para o desenvolvimento das suas plantas, faça um teste simples: pegue uma bula de remédio e tente ler o conteúdo. Se conseguir, é porque a luz é mais do que suficiente! Não esqueça: plantas precisam de regas, podas, adubos e muito, muito amor para crescerem bonitas e saudáveis.

Decorando o lavabo

Decorando o lavabo

Enquanto o banheiro possui chuveiro, vaso sanitário, pia e até bidê e banheira em alguns casos, o lavabo é um espaço bem mais simples, possuindo somente a pia e o vaso; o que muitas vezes torna esse espaço relegado na decoração. Porém, é importante cuidar da decoração dessa parte da casa. Mesmo pequenos em sua maioria, lavabos podem ser charmosos e aconchegantes. Preste atenção nas nossas sugestões e use sua criatividade!

Capriche na bancada

0602-blog1.png

Geralmente, não há espaço para bancadas muito grandes dentro de um lavabo. Mas essa é uma boa oportunidade para utilizar aquele material um pouco mais caro e lindo que você está namorando, por ser uma área pequena o investimento não ficará tão alto. 

Veja também a melhor forma de acoplar um gaveteiro, para que estas gavetas também não tirem o espaço da sua área. Se perceber que vai ficar apertado, abuse dos nichos, cada vez mais utilizados em espaços em que cada centímetro deve ser economizado. Finalize com um espelho bem bonito, e se possível, de grande dimensão, já que espelhos sempre dão a impressão de ampliar o ambiente.

Torneiras e pias ideais

As torneiras e pias dependem da decoração do lavabo. Existem as torneiras clássicas, para uma tradicional bancada em mármore. Modelos imitando metais envelhecidos, como ferro e cobre, se você escolheu um estilo mais rústico ou natural, revestindo sua bancada em madeira ou bambu. O mesmo vale para as pias: você pode escolher modelos feitos em porcelana, cerâmica, granito, etc. Assim como os diversos formatos no mercado: altos, circulares, quadrados. Há muitas opções e uma delas atingirá em cheio as suas expectativas.

0602-blog2.png

A parede

Aqui também pode-se brincar muito, já que as opções de tintas são inúmeras. Além disso, o uso do papel de parede ainda está em alta. Outra dica muito charmosa é a utilização das pastilhas de vidro: você pode fazer uma parede somente com elas, utilizá-las para contorno de espelhos e bancadas ou até mesmo nas duas funções. Ah! Também existem os revestimentos em madeira para a sua parede e eles são lindos!

Acessórios

Não esqueça de finalizar com chave de ouro a decoração do seu lavabo! Mesmo pequeno, várias peças podem cair muito bem na composição deste ambiente sem deixá-lo com aquele ar bagunçado. Alguns exemplos:

• Conjuntos lindos com dispenser de sabonete líquido, porta algodão e pasta de dente;
• Cestas de lixos coloridas;
• Porta toalhas/papel higiênicos com design moderno;
• Vasinho com flores.

E não se esqueça de combinar as cores: se a sua decoração é neutra, procure dar um pouco de contraste na escolha dos objetos e vice-versa. Isto também é válido para as toalhas e tapetinhos do lavabo, que também devem ornar com todo o ambiente. 

Esperamos que tenham gostado, e para ajudar ainda mais, a Camesa possui lindas opções de roupa de banho e tapetes. Inspire-se e aproveite!

0602-blog3.png

Organizando a casa

Organizando a casa

Manter a casa sempre organizada parece algo fácil, mas sabemos que não é tão simples, ainda mais hoje que precisamos conciliar estudos, trabalho e família com a manutenção do lar. Realmente, é uma tarefa que parece longe de ter fim, mas seguindo algumas regrinhas, fica bem mais fácil deixar seu lar sempre arrumado, e quando elas se tornarem um hábito, você vai perceber que conseguirá economizar tempo também!

Desapego

Por que costumamos guardar objetos que não usamos mais ou aquela calça que deixou de servir há mais de 5 anos? Não sabemos o motivo exato, mas é importante ter consciência de que essas coisas só servem para acumular poeira e ocupar espaço. Já pensou em pegar todas as suas roupas que estão fora de uso e fazer uma doação? Isto vale para todos os cômodos da casa: descarte as panelas e potes velhos dos seus armários de cozinha e todo tipo de produto ou item que não usa mais. O espaço ganho em armários e gavetas fará uma grande diferença!

Papéis e mais papéis

O problema não é guardar os comprovantes de pagamento, já que alguns devem ser mantidos por até 5 anos, mas sim juntar vários folhetos da pizzaria, revistas e correspondências sem importância. Por isso, faça o seguinte: em uma pasta, separe só os seus documentos pessoais. Em outra, comprovantes de pagamentos. E, por fim, numa terceira, contratos, como de aluguel ou financiamento de um imóvel. O mesmo vale para livros, gibis e outros itens queridos. O resto, de preferência nem leve pra casa.

3001-blog2.png

Objetos sazonais

Há alguns objetos que só utilizamos em determinadas épocas do ano, como árvore de Natal ou cadeira de praia. Caso tenha um depósito ou sótão na sua casa, este seria o local ideal para guardá-los, já que ficarão lá por quase todo o ano, sendo retirados somente na hora do uso.

Caso guarde-os em algum armário, deixe esses objetos no fundo, assim ele pode dar lugar ao que é mais importante e de manuseio frequente.

3001-blog3.png

Caixas eficientes

Ainda para objetos que são manuseados com pouca frequência, mas que são pequenos, como bolsas de casamento ou cachecóis: utilize caixas de papelão decoradas, facilmente encontradas em papelarias.

Deixe os objetos arrumadinhos lá dentro, embalados em sacos plásticos para não pegar mofo e poeira. Essa dica também vale para malas de viagem, se você viaja pouco, vale utilizá-las para armazenar itens menores, e até outras malas.

Cada coisa em seu lugar

Essa é a dica de ouro, mais importante de todas (e a mais difícil de seguir): Para manter a sua organização por mais tempo, ao retirar um objeto de um lugar, tente guardá-lo exatamente onde o encontrou, as vezes dá preguiça, mas isso é muito importante. Faça disso um hábito e você perceberá a diferença na arrumação da casa. 

Siga essas dicas e sua casa vai ficar mais arrumada e sem dar tanto trabalho quanto antes!
 

Luz natural em casa

Luz natural em casa

O Brasil é um dos países com maior incidência de raios solares em todo o planeta; isso significa que temos dias longos, com bastante luz natural e claridade. Basta uma pequena quantidade de luz solar entrando em sua casa diariamente para evitar mofo, mau cheiro, umidade e fungos. Além disso, o gasto com energia elétrica também diminui consideravelmente. Por este motivo, privilegiar a luz natural na sua casa é bem
importante.

Para que você possa valorizar o seu ambiente e também os objetos e móveis utilizados para compor o mesmo, separamos algumas dicas de como utilizar a luz natural na sua decoração:
 

2301-blog1.png

● As cortinas são um item de decoração mas muitas vezes são desnecessárias e só servem para escurecer o ambiente, sem meio termo. Ambientes como sala, cozinha e banheiro por exemplo, não necessitam obrigatoriamente de uma, e, se for o caso, utilize persianas, que podem controlar o fluxo solar exatamente do jeito que você precisa. Outra opção é o uso de pergolado na frente da janela, o que permite a entrada de raios de luz dependendo da direção do sol.

● Não obstrua as passagens de luz. Ou seja, nada de colocar um móvel que tampe parte da janela, a não ser que seja extremamente necessário. Pense que esta atitude, além do bloqueio da luz natural, deixa o ambiente mais escuro e frio, e o objetivo aqui é deixar um cantinho bem alegre e ventilado.

2301-blog2.png

● Utilize materiais como o vidro para substituir uma porta de madeira ou até mesmo as paredes de um ambiente, em caso de casas com espaço isolado. Vale lembrar que o tijolo de vidro, muito utilizado em cozinhas e banheiros, apesar de deixar a luz passar, torna o ambiente mais quente. Portanto, preste bem atenção na hora da escolha do material.
 

2301-blog3.png

● A cobertura zenital é todo o tipo de iluminação natural que vem de cima. Estão inclusos coberturas transparentes, claraboias e poços de luz. As coberturas transparentes podem ser feitas com telhas e materiais de policarbonato e são recomendadas para áreas de deck, piscinas térmicas e jardins de inverno. Mas tome cuidado na instalação para que o vento ou a chuva não danifiquem. Atente também à segurança, já que a resistência destes materiais não é tão boa quanto o vidro.

● Os ambientes integrados são ideias para trazer mais iluminação, salas e cozinhas americanas trazem mais amplitude e tornam a penetração de luz mais fácil.

Com todas essas dicas, agora ficará muito mais fácil saber por onde começar! Aproveite e deixe sua casa iluminada!